Ir direto ao conteúdo

Benefícios do Exercício Respiratório e do TMI
(Treinamento da Musculatura Inspiratória) na Medicina

Voltar

Os exercícios respiratórios já conquistaram seu espaço na medicina. São amplamente utilizados nos tratamentos de diversas patologias.

Fáceis de serem realizados e quando bem aplicados não possuem efeitos colaterais. Muitos são os benefícios:

  • Incentivam respiração profunda e diafragmática (que é o tipo de respiração mais fisiológica);
  • Melhoram a expansibilidade pulmonar e a mobilidade torácica;
  • Permitem reversão de colapso pulmonar (reversão de atelectasias);
  • Otimizam as trocas gasosas (com consequente aumento da oxigenação);
  • Reduzem as complicações pulmonares nos períodos de pós-operatórios;
  • Promovem bom condicionamento respiratório no pré-operatório de diversas cirurgias permitindo as pessoas realizarem as cirurgias com maior segurança;
  • Previnem quadros de infecções respiratórias;
  • Manutenção dos volumes e capacidades pulmonares de pessoas que ficam acamadas;
  • Fortalecem a musculatura respiratória (reabilitação pulmonar, levando a melhora da qualidade de vida- ex: portadores de DPOC);
  • Aliviam a dispnéia (falta de ar);
  • Auxiliam na eliminação das secreções pulmonares (evitam o acúmulo de secreções traqueobrônquicas);
  • Diminuem o trabalho respiratório;
  • Minimizam os efeitos deletérios do envelhecimento sobre o sistema respiratório.

Exercícios respiratórios no Pré e Pós - Operatório de cirurgias cardíacas, torácicas e abdominais
As complicações pulmonares são freqüentes no pós-operatório de qualquer cirurgia, porém procedimentos cirúrgicos cardíacos, torácicos e abdominais quando comparados a outras cirurgias apresentam uma probabilidade maior do surgimento dessas complicações. Por isso devemos melhorar a performance respiratória antes dos procedimentos cirúrgicos.

No Pré-operatório o objetivo é a melhora do quadro respiratório (principalmente dos portadores de doenças pulmonares e/ou cardíacas e tabagistas) para um pós-operatório mais tranqüilo. Realizamos exercícios respiratórios, para melhorar a expansibilidade pulmonar, aumentar a mobilidade torácica, fortalecer a musculatura respiratória e otimizar as trocas gasosas. Todos os exercícios visam preparar o sistema respiratório para que a cirurgia ocorra com tranqüilidade e sem danos ou complicações para os pacientes.

No pós operatório os exercícios são fundamentais, para fazer a prevenção das complicações respiratórias. São indicados para promover respiração profunda e incentivar a respiração diafragmática, melhoram a expansibilidade pulmonar, evitar os quadros de colapso pulmonar (atelectasia), revertem os quadros de atelectasias, otimizam as trocas gasosas evitando e/ou reduzindo o uso de oxigênio e auxiliar na eliminação das secreções pulmonares.

SAIBA MAIS

Pré e Pós - Operatório de cirurgias cardíacas, torácicas e abdominais
As complicações pulmonares são freqüentes no pós-operatório de qualquer cirurgia, porém procedimentos cirúrgicos cardíacos, torácicos e abdominais quando comparados a outras cirurgias apresentam uma probabilidade maior do surgimento de complicações pulmonares (1-3).

As principais complicações pulmonares encontradas no pós-operatório são: atelectasia, infecção traqueobrônquica, pneumonia, insuficiência respiratória aguda, ventilação mecânica e/ou intubação orotraqueal prolongadas e broncoespasmo(4).

Essa probabilidade aumentada deve-se a alguns fatores, entre eles: a proximidade do procedimento com os pulmões, o tipo de anestesia utilizado, o tempo de cirurgia, idade avançada, presença de doença pulmonar prévia ou outras doenças clínicas, tabagismo e sua intensidade, obesidade, desnutrição, técnica cirúrgica empregada, valores espirométricos anormais, capacidade diminuída ao exercício e tempo de internação pré-operatório prolongado (5-9).

A prevenção das complicações pulmonares é de extrema importância no período pós-operatório, pois essas complicações elevam as taxas de mortalidade , do tempo de permanência nos hospitais e dos gastos. Dentre os exercícios respiratórios que podemos realizar, temos os inspirômetros de incentivos ou exercitadores respiratórios.

Os inspirômetros são instrumentos que fornecem feedback visual ou auditivo, encorajando os pacientes a realizarem inspirações máximas e sustentadas(10). Inspirações profundas levam ao aumento da pressão transpulmonar e, associadas à pausa inspiratória, promovem insuflação e recrutamento alveolar, contribuindo para a estabilização dos alvéolos, melhorando a complacência e ventilação alveolar(11). Os exercitadores tem como objetivo restaurar os volumes pulmonares, modificando o padrão respiratório prevenindo ou reduzindo a incidência das complicações pulmonares pós-operatórias (10,11).

Um estudo realizado no pós operatório de revascularização do miocárdio comparou o uso de RPPI (pressão positiva expiratória intermitente) e inspirometria e concluíram que o RPPI promoveu uma reversão mais rápida de hipoxemia, enquanto que a inspirometria mostrou-se mais eficaz na melhora da força muscular respiratória. (12)

Em uma metanálise para analisar os estudos sobre inspirometria de incentivo, RPPI e exercícios de respiração profunda na prevenção de complicações pulmonares pós-operatórias de pacientes submetidos a cirurgias abdominais superiores, os autores concluíram que os exercícios de respirações profundas e o uso de exercitadores são mais eficazes quando comparados a grupos de pacientes que não fizeram nenhum tipo de tratamento (13).

Franzotti et al, (dados preliminares) mostra que a realização de inspirometria de incentivo no pré-operatório de cirurgia bariátrica, elevou os valores das pressões inspiratórias e expiratórias máximas, após 6 semanas do uso do exercitador (14).

Referências Bibliográfica

1- Ephgrave KS, Kleiman-Wexler R, Pfaller M, Booth B, Werkmeister L, Young S. Postoperative pneumonia: A prospective study of risk factors and morbidity. Surgery 1993; 114:815-21.

2- Garibaldi RA, Britt MR, Coleman ML, Reading JC, Pace NL. Risk factors for postoperative pneumonia. Am J Med 1981; 70:677-80.

3- Kroenke K, Lawrence VA, Theroux JF, Tuley MR. Operative risk in patients with severe obstructive pulmonary disease. Arch Intern Med 1992; 152:967-71.

4- Barros JA, Beppu OS, Chueiri CEB, Pereira EDB, Faresin SM, Ferreira MS, et al. Incidência de complicações pulmonares e mortalidade de causa pulmonar em candidatos a cirurgia geral. J Pneumol 1992; 18(supl 2):108.

5- Martin LF, Asher EF, Casey JM, Fry DE. Postoperative pneumonia. Arch Surg 1984; 119:379-83.

6- Mitchell C, Garrahy P, Peake P. Postoperative respiratory morbidity: identification and risk factors. Aust NZJ Surg 1982; 52:203-9.

7- Vaughan RW, Engelhardt RC, Wise L. Postoperative hypoxemia in obese patients. Ann Surg 1974; 180:877-81.

8- Wong DH, Weber EC, Schell MJ, Wong AB, Anderson CT, Barker SJ. Factors associated with postoperative pulmonary complications in patients with severe chronic obstructive pulmonary disease. Anesth Analg 1995; 80:276-84.

9- Kazuyoshi M, Homma S, Fukuchi Y. Postgastrectomy aspiration pneumonia. Chest 1995; 107:453-6.

10- Overend TJ, Anderson CM, Lucy D, Jonsson BI, Timmermans C. The effect of incentive spirometry on postoperative pulmonary complications. Chest. 2001;120:971-8.

11- Tomich GM, França DC, Diório ACM, Britto RR, Sampaio RF, Parreira VF. Breathing pattern, thoracoabdominal motion and muscular activity during three breathing exercises. Braz J Med Biol Res. 2007;40:1409-17.

12- Romanini W, Muller AP, Carvalho KA, Olandoski M, Faria-Neto JR, Mendes FL, et al. The effects of intermittent positive pressure and incentive spirometry in the postoperative of myocardial revascularization. Arq Bras Cardiol. 2007;89(2):94-9.

13- Thomas JA, McIntosh JM. Are incentive spirometry, intermittent positive pressure breathing, and deep breathing exercises effective in the prevention of postoperative pulmonary complications after upper abdominal surgery? A systematic overview and meta-analysis. Phys Ther. 1994;74(1):3-16.

14– Franzotti et al - Há indicação do uso de inspirômetro de incentivo no pré-operatório de cirurgia bariátrica? Anais do XIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica - 2011

O objetivo dessa página é de fornecer a você uma breve introdução sobre alguns aspectos do processo respiratório para que passe a entender como o Exercício Respiratório e o TMI podem se aplicar a sua vida.

Não é nossa intenção esgotar o assunto, mas tão somente oferecer a você condições para que entenda mais sobre esses assuntos e fundamente suas decisões.

Estamos sempre à disposição para esclarecimentos de dúvidas em todos os nossos canais de comunicação.

Voltar

Benefícios na Medicina